quarta-feira, 2 de julho de 2014

A senhora espera ao lado

Imagem: Daniela Delias


Essa é você, Alice, esperando o voo. Seus olhos engolem as setas, as placas, o luminoso. 1210, dozedez, do-ze-dez. Não erre o portão, não perca a hora, não me esqueça. O céu está limpo, suas mãos também. Los ãnos pisan, diz a estranha. Que dices, señora? Los ãnos, ellos pisan. Você não ouve, não entende. São tantos pés indo e vindo e sumindo. E essa é você, Alice, desesperando pousos. Seus olhos guardam as malas, a estranha, o luminoso. 1210, dozedez, do-ze-dez, não se perca. Pisam ou pesam, senhora? Pisan, niña. Com pés cansados como os seus. 


2 comentários: